Munícipe

Projeto de execução da Ciclovia de Torres Novas - fase 1

O Município de Torres Novas, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), apresentou candidatura ao Portugal 2020 (através da Prioridade de Investimento (PI) - promoção de estratégias de baixo teor de carbono para todos os tipos de territórios, nomeadamente as zonas urbanas, incluindo a mobilidade urbana multimodal sustentável) para implementação de uma rede ciclável na cidade de Torres Novas.

 
Nesta primeira fase, a área de intervenção da ciclovia desenvolve-se no núcleo urbano da cidade, com aproximadamente 6 km de extensão, abrangendo grande parte dos equipamentos, serviços e zonas residenciais.
 
O projeto de execução, aprovado pela Câmara, contempla duas tipologias de percursos cicláveis a aplicar: em canal partilhado com o automóvel e em corredor unidirecional na via, abrangendo os seguintes arruamentos:
 
. Rua da Bela Vista;
. Avenida Jardim;
. Avenida Município Ribeira Grande;
. Via Panorâmica Dr. Carlos Azevedo Mendes;
. Rua do Estádio Municipal;
. Rua Dr. Augusto Azevedo Mendes;
. Rua de Santiago;
. Rua Artur Gonçalves;
. Rua Alexandre Herculano;
. Largo General Humberto Delgado
. Rua Atriz Virgínia;
. Largo da Rua Nova;
. Rua Miguel Bombarda
. Rua Serpa Pinto;
. Rua Almirante Reis;
. Largo de St. André;
. Rua da Várzea;
. Avenida Mário Soares;
. Viaduto do Rio Frio – Circular Interna
 
O traçado visa interligar os principais pontos de interesse comunitário, polos habitacionais e equipamentos de utilização pública (no âmbito da saúde, educação e ensino, segurança social, desporto, cultura, turismo e património) sendo desenhado pelas principais ruas e pelo miolo urbano das áreas residenciais e espaços públicos, enquadrando as dinâmicas diárias da população.
 
A cidade de Torres Novas, não obstante dispor de declives acentuados em algumas das suas vias, tem potencialidade para promover a circulação das bicicletas em meio urbano, sendo fundamental a melhoria das condições de circulação e segurança, por forma a facilitar a deslocação entre os vários pontos da cidade.
 
A introdução de percursos cicláveis visa responder às potenciais deslocações diárias de bicicleta nos circuitos quotidianos da população no centro da cidade, bem como proporcionar a sua utilização lúdica, turística e desportiva, com a intenção de responder às necessidades reais de deslocação de quem aí reside, trabalha, estuda ou esporadicamente visita.
 

CicloviaTNV2 

| Agenda

| Notícias

sabia que

Se efetuar uma reserva de duas ou mais noites na região do Médio Tejo pode usufruir de ofertas e descontos?

 

Saiba mais [+]

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio.Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies