Projeto de execução da Ciclovia de Torres Novas - fase 1

  • Imprimir

O Município de Torres Novas, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), apresentou candidatura ao Portugal 2020 (através da Prioridade de Investimento (PI) - promoção de estratégias de baixo teor de carbono para todos os tipos de territórios, nomeadamente as zonas urbanas, incluindo a mobilidade urbana multimodal sustentável) para implementação de uma rede ciclável na cidade de Torres Novas.

 
Nesta primeira fase, a área de intervenção da ciclovia desenvolve-se no núcleo urbano da cidade, com aproximadamente 6 km de extensão, abrangendo grande parte dos equipamentos, serviços e zonas residenciais.
 
O projeto de execução, aprovado pela Câmara, contempla duas tipologias de percursos cicláveis a aplicar: em canal partilhado com o automóvel e em corredor unidirecional na via, abrangendo os seguintes arruamentos:
 
. Rua da Bela Vista;
. Avenida Jardim;
. Avenida Município Ribeira Grande;
. Via Panorâmica Dr. Carlos Azevedo Mendes;
. Rua do Estádio Municipal;
. Rua Dr. Augusto Azevedo Mendes;
. Rua de Santiago;
. Rua Artur Gonçalves;
. Rua Alexandre Herculano;
. Largo General Humberto Delgado
. Rua Atriz Virgínia;
. Largo da Rua Nova;
. Rua Miguel Bombarda
. Rua Serpa Pinto;
. Rua Almirante Reis;
. Largo de St. André;
. Rua da Várzea;
. Avenida Mário Soares;
. Viaduto do Rio Frio – Circular Interna
 
O traçado visa interligar os principais pontos de interesse comunitário, polos habitacionais e equipamentos de utilização pública (no âmbito da saúde, educação e ensino, segurança social, desporto, cultura, turismo e património) sendo desenhado pelas principais ruas e pelo miolo urbano das áreas residenciais e espaços públicos, enquadrando as dinâmicas diárias da população.
 
A cidade de Torres Novas, não obstante dispor de declives acentuados em algumas das suas vias, tem potencialidade para promover a circulação das bicicletas em meio urbano, sendo fundamental a melhoria das condições de circulação e segurança, por forma a facilitar a deslocação entre os vários pontos da cidade.
 
A introdução de percursos cicláveis visa responder às potenciais deslocações diárias de bicicleta nos circuitos quotidianos da população no centro da cidade, bem como proporcionar a sua utilização lúdica, turística e desportiva, com a intenção de responder às necessidades reais de deslocação de quem aí reside, trabalha, estuda ou esporadicamente visita.
 

CicloviaTNV2 

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio.Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies