Munícipe

À Conversa em Torres Novas… Promoção de Políticas Familiares

ConversaPromocaoPoliticasFamiliares

Decorreu na manhã de quinta-feira, 6 de novembro, na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes a iniciativa “À Conversa em Torres Novas… Promoção de Políticas Familiares”, que teve a participação de Tiago Leite, diretor da Segurança Social de Santarém, Pedro ferreira, presidente da Câmara Municipal de Torres Novas e de Maria Teresa Ribeiro, do Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis.

 

A iniciativa desenrolou-se num ambiente informal de conversa entre os oradores, e com a participação do público presente, colocando questões e partilhando experiências. Maria Teresa Ribeiro explicou os objetivos do Observatório e o trabalho desenvolvido, tendo destacado a crescente adesão das autarquias ao questionário lançado anualmente. Prova disso é o facto de, na primeira edição do prémio Autarquias Familiarmente Responsáveis, terem recebido a bandeira 13 autarquias, e este ano, na sexta edição, o número de galardoados ser já de 39 autarquias.

 

«Tem sido muito interessante também a realização de workshops para aprendermos uns com os outros, entre várias autarquias de diferentes zonas do pais. Isso dá origem a fenómenos em cadeia, estimula a criatividade para encontrar novas medidas», referiu Maria Teresa Ribeiro, que destacou também a importância das políticas de proximidade, de proteção e de promoção das famílias executadas pelas autarquias. «É nos concelhos que nos conhecemos melhor e conseguimos fazer um melhor diagnóstico da sociedade, ver resultados das ações e ouvir as necessidades das pessoas», enalteceu.

 

O oradores destacaram igualmente a importância do núcleo familiar, da valorização da família nas suas diversas tipologias, da afetividade e abordaram o papel da escola e a sua relação com as famílias.

 

Este evento insere-se num ciclo de conferências/debates referentes a diferentes temáticas, a realizar em todos os concelhos da Plataforma Supraconcelhia do Médio Tejo.

CMTN vence prémio de 'Autarquia Familiarmente + Responsável'

AF Bandeiras-APFN-2014-130x90cm-2

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis atribui ao município a "Bandeira Verde com Palma" no próximo dia 19 de Novembro às 17h00 horas, na Associação Nacional de Municípios Portugueses, em Coimbra.

A Câmara Municipal de Torres Novas foi distinguida pelo sexto ano consecutivo como ”autarquia familiarmente responsável” pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) e irá receber a “Bandeira Verde com Palma” no próximo dia 19 de Novembro às 17h00 na Associação Nacional de Municípios, em Coimbra.  

Estarão presentes no evento, para a entrega do galardão, o secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, o secretário-geral da Associação Nacional dos Municípios Portugueses, Rui Solheiro, o Presidente da Associação Portuguesa das Famílias Numerosas, Luis Cabral e a representante da OAFR, Margarida Neto.  

 Uma das medidas tomadas pela Câmara Municipal de Torres Novas que lhe deu acesso ao prémio foi a tarifa familiar de água, que tem em consideração o número de pessoas por agregado familiar e não penaliza, assim, as famílias mais alargadas.   A Câmara de Torres Novas foi uma das 102 autarquias a responder ao inquérito realizado pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis a nível nacional e onde foram analisadas as políticas de família dos municípios em dez áreas de atuação: 1. apoio à maternidade e paternidade; 2. apoio às famílias com necessidades especiais; 3. serviços básicos; 4. educação e formação; 5. habitação e urbanismo; 6. transportes; 7. saúde; 8. cultura, desporto, lazer e tempo livre; 9. cooperação, relações institucionais e participação social; 10. outras iniciativas. São ainda analisadas as boas práticas das autarquias para com os seus funcionários autárquicos em matéria de conciliação entre trabalho e Família.   Desde a primeira edição do OAFR, em 2009, tem-se verificado um alargamento sucessivo na adesão das autarquias ao projeto: a primeira edição registou 38 inquéritos finalizados e, nesta sexta edição, foram 102 as edilidades que completaram os seus inquéritos.

 

Das 102 Câmaras com inquéritos completos, 39 foram distinguidas por medidas concretas de apoio às famílias, algumas das quais com distinção de “Palma”.

 

“Estamos muito satisfeitos com a adesão das autarquias a este projeto, que já vai na sexta edição. Temos consciência que muito há a fazer, mas as câmaras têm revelado uma enorme sensibilidade para as áreas do apoio à família com ações muito interessantes, algumas das quais pioneiras", refere Isabel Paula Santos, membro do Observatório.   A Bandeira Verde tem como principal objetivo dar visibilidade às autarquias com boas práticas e incentivar as restantes a fazerem mais e melhor no âmbito das políticas de apoio à família.  A iniciativa favorece o diagnóstico interno e promove a cooperação entre as autarquias, "ajudando efetivamente à criação de uma cultura favorável à família e à conciliação Família/Trabalho", acrescenta a mesmo responsável.

| Agenda

| Notícias

sabia que

Se efetuar uma reserva de duas ou mais noites na região do Médio Tejo pode usufruir de ofertas e descontos?

 

Saiba mais [+]

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio.Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies