Munícipe

Feira de Março

Categoria
Festas e Feiras
Data
2020-03-13 00:00 - 2020-03-29 00:00
Local
Almonda Parque - Almonda Parque, 2350
Torres Novas, Portugal
Telefone
249 839 442
E-mail
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

O Município de Torres Novas promove, entre os dias 13 e 29 de março, a tradicional Feira de S. Gregório (também conhecida como Feira de Março), junto ao Almonda Parque.

 

A feira conta com áreas dedicadas aos equipamentos de diversão, aos bens alimentares (como farturas, pipocas, algodão doce ou pão com chouriço) e aos bens e serviços.

 

A feira funcionará no seguinte horário: 2.ª a 5.ª, das 12h às 21h; 6.ª e sáb. das 12h às 00h; domingo das 10h às 20h.

 

A feira de Março, ou de São Gregório, deverá ter sido instituída ainda no século XVI logo após a fundação de um convento no rossio do Carrascal, em Torres Novas, em 1558, dedicado a São Gregório Magno, um antigo monge romano que chegou a papa da igreja católica no final do séc. VI e que foi aclamado santo logo que morreu.

 

A “feira de Março” começou a realizar-se, pois, no dia 12 desse mês, algures na segunda metade do séc. XVI, e primeiramente apenas nessa data, por ter sido o último dia do pontificado de Gregório Magno como papa. Mais tarde, a duração da feira seria alargada para três dias.

 

Era inicialmente uma feira franca, não havendo lugar ao pagamento de terrados ou outro tipo de impostos, mas logo no início do séc. XVII a igreja e o convento conseguiram, por decreto real, que a câmara municipal ficasse obrigada a pagar-lhes anualmente 4000 réis pelo terrado.

 

Mas, passados poucos anos, a câmara deixou de pagar essa quantia, alegando que a feira era franca e que não se cobrava qualquer imposto aos feirantes.

 

Em 1840, por decisão camarária, a feira de Março deixaria definitivamente de ser uma feira franca, ao mesmo tempo que veria crescer a sua duração.

 

Durante séculos a feira realizou-se sempre no rossio do Carrascal, também designado rossio do Carmo, para em meados do século XX ter passado a sediar-se no Rossio de São Sebastião, na parte alta da cidade. Aí se manteve nos últimos tempos de algum fulgor, que ainda se podia ver em finais dos anos 60.

 

 

 
 

Todas as datas

  • De 2020-03-13 00:00 a 2020-03-29 00:00
 

| Agenda

sabia que

 

Dispõe de um serviço gratuito de recolha de monstros/verdes, bastando efetuar marcação através do número verde 800 916 456?

 

Saiba mais [+]

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio.Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies